Servidores e professores do Ifal retornam às atividades

Categoria se mobilizou contra a PEC que congela os gastos públicos.
Atividades foram retomadas na segunda-feira (19).

Os servidores e professores do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) encerraram a greve, depois de 37 dias, e voltaram as atividades na última segunda-feira (19). A decisão foi tomada em assembleia realizada na última quarta-feira (14).

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Federais da Educação Básica e Profissional no Estado de Alagoas (Sintetfal), a paralisação foi realizada em protesto a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos, a reforma do ensino médio e da previdência.

Após 37 dias de paralisação, o presidente do Sintetfal, Sebastião Brandão, comentou o saldo da greve.

“Fazemos um balanço negativo, pois lutávamos contra a PEC que infelizmente foi aprovada mesmo com 77% da população sendo contra estas medidas, mas a categoria sai fortalecida desta ocasião e não vamos parar de exigir os direitos dos trabalhadores”, disse.

Ainda segundo Brandão, apesar do retorno das atividades dos técnicos e professores ter acontecido, um novo calendário letivo ainda será divulgado. “Cada campi ficará responsável por definir como será o novo calendário, então vamos aguardar para que haja um posicionamento”, explicou.

g1

20/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *