Reeducando ferido em presídio de Alagoas está em estado grave no HGE

Edson dos Santos foi atingido por tiros no tórax; outro preso morreu. Agente Diego Tardeno que também ficou ferido, recebeu alta na quarta (14).

O reeducando identificado como Edson dos Santos, que ficou ferido com tiros no tórax quando tentava fugir do Presídio de Segurança Máxima, localizado no Complexo Prisional, na parte alta de Maceió, está em estado grave no Hospital Geral do Estado. A informação foi passada pela assessoria do hospital na manhã desta quinta-feira (15).

O agente penitenciário Diego Tardeno que foi atingido com dois tiros, um na perna e outro no ombro quando teve sua arma roubada por um dos presos recebeu alta ainda na noite da quarta-feira (14), quando aconteceu a tentativa.

O outro agente, Armando Sobrinho, que foi atingido com golpes de espeto na nuca, foi atendido e liberado logo em seguida. O reeducando Marcondes da Silva Soares que também ficou ferido chegou a ser socorrido para o HGE, mas não resistiu.

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou que após o ocorrido, agentes penitenciários do Grupo de Escolta Remoção e Intervenção Tática (Gerit) e militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) fizeram a contagem dos custodiados e vistoriaram as celas.

Segundo a Seris, uma sindicância foi aberta para apurar as circunstâncias do ocorrido. As autoridades do Poder Judiciário e da Polícia Civil foram comunicadas para tomar providências.

g1

15/12/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *