Operação conjunta coíbe comercio ilegal na Feira do Rato

opconjfeiradorato
Operação integrada foi uma continuação das ações que visam diminuir os índices de roubos na capital. Foto: Ascom SSP

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar desencadeada, na quinta-feira (7), no bairro da Levada, numa das famosas feiras de comércio da capital resultou na apreensão de materiais e serviu como alerta para os comerciantes.
A ação é uma continuidade das várias operações já realizadas em outros bairros com grande fluxo de comercialização ilegal como a Feira da Guedes, na Ponta Grossa; e Feirinha do Tabuleiro, na parte alta da cidade.
Além de interceptar a circulação dos materiais que estavam sendo comercializados sem qualquer nota fiscal ou comprovação de origem, a operação ainda serviu para alerta os comerciantes a se legalizarem.
“Enfraquecer esse comércio é a primeira etapa para diminuir o índice de roubos, sabemos que grande parte dos produtos ali revendidos são frutos de roubos e furtos por toda Maceió. A operação não vai parar, continuamos investigamos estrategicamente os locais onde há maior movimentação para cessarmos esse tipo de ação criminosa”, destacou a delegada Maria Angelita, responsável pela Delegacia de Roubos da Capital (DERC).
Foram aprendidos cerca de 60 celulares, televisores e variados acessórios como capinhas para telefones, baterias, fones de ouvido e peças que dificultam ainda mais o trabalho das investigações. Todo o material apreendido foi encaminhado para a Delegacia de Roubos da Capital, localizada na Mangabeiras.
A operação contou com o apoio de equipes da Radiopatrulha, Asfixia e Tigre.
Agência Alagoas