Governo aceita suspender pagamento da dívida dos estados até fim do ano

O presidente interino Michel Temer faz pronunciamento no Palácio do Planalto. Marcelo Camargo/Agência Brasil
O presidente interino Michel Temer faz pronunciamento no Palácio do Planalto. Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os governadores de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, disseram que o governo federal concordou com a suspensão do pagamento das parcelas mensais das dívidas dos estados com a União até o fim de 2016.

Colombo e Rollemberg deram a informação a jornalistas após uma reunião envolvendo todos os governadores e a equipe do Ministério da Fazenda, em Brasília. Os governadores seguem agora para encontro com o presidente em exercício, Michel Temer, quando, espera-se, deve ser fechado o acordo sobre a renegociação da dívida dos estados.

Pela proposta, portanto, os estados deixariam de fazer o pagamento das parcelas de suas dívidas com a União até dezembro.

A cobrança, informaram os dois governadores, voltaria a partir de janeiro de 2017. Entretanto, ao longo dos 18 meses seguintes, seriam aplicados descontos regressivos, ou seja, que vão caindo até o final do período.

Fonte: G1