Família se emociona no enterro de bebê morto em São Gonçalo, e tia pede justiça

enterro-juan

O corpo de Juan Rodrigues Morales Benites, de 1 ano e 2 meses, morto com um tiro na cabeça numa tentativa de assalto na noite de segunda-feira, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, foi enterrado na tarde desta terça-feira. Cerca de cem pessoas, entre parentes e amigos da família, muito emocionadas, estiveram presentes da cerimônia.
juan

O que nossa família deseja agora é que os responsáveis por essa tragédia sejam punidos com a força da lei. Nossa família está se agarrando na fé para tentar suportar essa dor — disse uma tia do menino, a jornalista Livia Caroline Neves, de 36 anos.

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 23h de segunda-feira. Ele estava no carro dirigido pelo pai sentado no banco traseiro, entre a avó e a irmã, quando foi atingido — a mãe estava na frente, no banco do carona. A família tinha acabado de sair da festa de uma tia de Juan, no Mutuá.

— Durante o jantar da nossa família, o bebê estava superanimado. Ria para todos e ia no colo de todos. Brincou muito com meu filho de 10 anos. Eles saíram de lá por volta das 23h e o pior aconteceu logo depois — contou Livia Caroline durante o velório do sobrinho.

O delegado da Divisão de Homicídios (DH) de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí responsável pelo caso, Thiago Dorigo, informou que as investigações ainda estão no início e que tentam buscar imagens de câmeras de segurança para encontrar o carro usado pelos criminosos durante a ação. Os parentes de Juan vítima serão ouvidos ainda esta semana.

EXTRA