Conheça os próximos pontos da fiscalização eletrônica

16MA-Fiscalizacao-Eletrnica-Ponta-Verde-22-1024x650
Fiscalização eletrônica diminuiu número de acidentes nas principais vias de Maceió

Desde a última sexta-feira (15), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) iniciou a instalação de equipamentos para fiscalização eletrônica em mais cinco pontos da cidade. O início da fiscalização nos locais está previsto para a primeira quinzena de maio, após a aferição que será realizada pelo Instituto de Metrologia e Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Dois pontos de fiscalização funcionarão na Avenida Menino Marcelo, dois na Avenida Durval de Góes Monteiro e um na Avenida Governador Afrânio Lages, conhecida como Leste Oeste. “Os novos equipamentos fiscalizarão apenas o excesso de velocidade permitida em cada via, visando reduzir o número de acidentes nesses locais onde infelizmente pessoas estão perdendo suas vidas”, conta o diretor de Operação de Trânsito da SMTT, Carlos Calheiro.

Na Avenida Menino Marcelo, o ponto de fiscalização eletrônica será próximo ao salão de festas Anima Kids e o outro próximo à saída do Distrito Industrial. Já na Avenida Durval de Góes Monteiro, o equipamento ficará próximo à Carajás, enquanto o outro próximo à concessionária Boa Terra, no sentido de quem vai em direção ao Centro. O equipamento instalado na Avenida Governador Afrânio Lages, será colocado próximo ao acesso da casa de show Buganvilia.

Redução no número de acidentes 

Em funcionamento desde o dia 28 de fevereiro, os primeiros pontos de fiscalização instalados registraram, em um mês, uma redução de 66,27% no número de acidentes na Avenida Durval de Goés Monteiro, segundo registros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Já a redução no número de acidentes foi de 44,4% na Avenida Fernandes Lima em comparação ao mês anterior à implantação da fiscalização eletrônica.

Outro dado relevante é a redução do número de acidentes envolvendo vítimas na Avenida Durval de Goés Monteiro, sendo dois em fevereiro de 2016 (antes da implantação da fiscalização eletrônica) e nenhum em março deste ano segundo dados do Sistema de Gestão Operacional Unificado da Secretaria de Estado da Defesa Social e Ressocialização.

Nicollas Albuquerque e Leonardo Araújo – Ascom SMTT