Com apenas 8% do estoque de sangue, Hemoal faz coleta na Ponta Verde e Jacintinho

Ações irão ocorrer nesta quarta (14) e sexta-feira (16), das 8h às 16h, na Clínica de Fisioterapia e Ortopedia Reabilit e no Ginásio Poliesportivo Arivaldo Maia

Estoque do Hemocentro, que deveria contar com pelo menos 300 bolsas, só dispõe de 38
(Fotos: Carla Cleto)

Com apenas 8% do quantitativo de sangue mínimo necessário, o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) realiza coleta externa nesta quarta-feira (14), na Clínica de Fisioterapia e Ortopedia Reabilit, na Ponta Verde, e na sexta-feira (16), no Ginásio Poliesportivo Arivaldo Maia, no Jacintinho, em Maceió. A ação vai ocorrer das 8h às 16h, e visa estabilizar o estoque do Hemocentro, que deveria contar com pelo menos 300 bolsas, mas só dispõe de 38.

De acordo com a assistente social do Hemoal, Débora dos Anjos, há, praticamente duas semanas, a sede do hemocentro vem enfrentando sérias dificuldades com a redução do número de bolsas de sangue. Por dia, o local está recebendo 50 doadores. No entanto, após a triagem, esse número reduz para 38.

Ela ressaltou que, com a chegada das vésperas dos festejos natalinos e do Réveillon, há o aumento do número de acidentes de carro e com fogos de artifício, sobrecarregando assim os hemocentros.

“Se continuar com esse baixo índice, não vamos ter como atender os pacientes mais graves e, consequentemente, os pacientes normais que precisam de sangue e plaquetas”, lamenta.

“Quero pedir a quem nunca doou que venha doar, que venha conhecer o processo para ver que não há nenhum problema”, disse. “Nas festas de final de ano e nas férias, se todos contribuírem com a sua doação voluntária e altruísta, os estoques serão mantidos e todos poderão gozar desse período que todos nós merecemos, sabendo que o abastecimento de sangue está garantindo”, ressaltou.

Para se candidatar à doação de sangue, segundo pré-requisitos exigidos pelo Ministério da Saúde (MS), é necessário estar bem alimentado, ter entre 16 e 69 anos de idade, no mínimo 50 kg e portar um documento de identificação com foto. Com relação aos menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais para que autorizem o procedimento.

Ainda de acordo com portaria do Ministério da Saúde, ficam impedidos de doar sangue as pessoas que tenham contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e hepatite após os 11 anos, bem como mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

“Contudo, para repetir o procedimento, é estipulado um prazo de três meses para as mulheres. Para os homens o intervalo é menor, de apenas dois meses”, informou a assistente social do Hemoal, Débora dos Anjos.

Postos Fixos 

Os voluntários também podem realizar suas doações de sangue nos postos fixos do Hemoal. Além da unidade Trapiche, localizada na Rua Dr. Jorge de Lima, as doações podem ser realizadas na unidade Farol, no Hospital do Açúcar.

A unidade Farol atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h, e a no Trapiche, funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 12h.

No interior, as doações podem ocorrer no Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), localizado na Rua Dr. Geraldo Barbosa, no Centro de Arapiraca, sempre de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Marcel vital-Ascom/AL

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *