Acusados de assaltar clínica odontológica são condenados a mais de 9 anos de prisão

acusados

O juiz Carlos Henrique Pita Duarte, da 3ª Vara Criminal de Maceió, condenou os réus João Victor de Oliveira Lemos e Carlos Alberto Melo da Silva pelo crime de roubo qualificado, praticado, em dezembro de 2015, em uma clínica odontológica no bairro da Pajuçara, na Capital. O primeiro deverá cumprir nove anos e seis meses de reclusão e, o segundo, 11 anos de reclusão, em regime fechado. A decisão foi proferida nessa quinta-feira (15).

De acordo com os autos, a dupla levou dinheiro do caixa da clínica e aparelhos celulares e outros bens dos pacientes. Quando saíram do local, foram surpreendidos pela polícia e houve troca de tiros. João Victor e Carlos Alberto foram conduzidos à Central de Flagrantes e autuados.

“A materialidade do crime está provada, conforme o auto de prisão em flagrante, o auto de apresentação e apreensão, bem como o boletim de ocorrência, e a autoria através da prova testemunhal, obtida com o depoimento firme e seguro das vítimas e das testemunhas”, afirmou o juiz Carlos Henrique Pita.

Ainda segundo o magistrado, os réus agiram com dolo intenso, atitude consciente e premeditada, “demonstrando um índice elevado de reprovação em sua conduta”, ressaltou.

Além da pena privativa de liberdade, o juiz condenou João Victor de Oliveira ao pagamento de 26 dias-multa e Carlos Alberto Melo ao pagamento de 48 dias-multa.

Matéria referente ao processo nº 07337-25.80.2015.8.02.0001

Fonte: TJ/AL